Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

Imaginar melhor

À medida que o tempo passa nós crescemos, amadurecemos, desenvolvemos nossa cognição, acreditamos que nos transformamos em pessoas melhores a cada experiência. De fato aprendemos a nos movimentar no mundo, a socializar, a encontrar soluções imediatas ou ter a paciência de esperar o tempo passar, a resolver uma série de conflitos que arrecadamos ao passar das horas, mas na medida em que o tempo passa nós perdemos a boa inocência da imaginação, a gloriosa capacidade de inventar um mundo onde sejamos maravilhosos, fantásticos em superpoderes e ações extraordinárias.         É comum ouvir a frase “não sou mais criança” da boca de pessoas de todas as idades, porque entendemos a incapacidade de uma criança solucionar grandes problemas dos quais elas não entendem, mas esquecemos da capacidade incrível de uma criança de ter fé, de otimismo, de imaginação. No mundo não nos cabe utopia, isso é por conta da imaginação, mas cabe sonhos, cabe desejos, cabe acreditar em uma felicidade mesmo…

A gente faz

Temos um grande poder em nossas mãos: a força da influencia, não que as pessoas que estão a nossa volta sejam boas ou ruins por nossas ações, mas podemos levar alguém a agir bem ou mal por aquilo que fazemos, podemos sim mudar uma história. Bem, nunca me senti muito confortável para escrever um texto de caráter tão pessoa onde eu não me reflita apenas em uma metáfora, mas hoje estive lendo um texto da Camila Lourenço (http://camilalourencomorena.blogspot.com/2011/11/vomitando.html#comment-form) que muito me inspirou e quero compartilhar uma experiencia. Durante muito tempo eu fui agnóstico, depois de uma revolta muito grande me tornei ateu de vez (http://cloneseoriginais.blogspot.com/2011/06/o-mito-que-se-alto-destroi.html), então em um processo de maturidade pude entender a verdade do que é Deus e seu sentido, então passei a ensinar um Evangelho puro e simples, uma realidade dentro do mundo, sem fantasias, sem descriminações e revelando que nem tudo é pecado como dizem. C…

Natal: O pensamento sem Espírito

Em um dos hilariantes episódios da série The Simpsons (Canal Fox), em época de natal Bart responde: "O que se comemora no natal? Bart: Ora, todo mundo sabe que é o nascimento do papai noel" em seguida Homer diz "Jesus deve está se revirando no tumulo agora", pra quem conhece toda a história de Jesus com certeza entendeu a graça das piadas, mas deixa de ser engraçado quando isso sai de personagens humorísticos e passa  a ser característica de muitas pessoas.
    No dia 25 de Dezembro era a data que os Romanos comemoravam o inicio do inverno, e por se comemorar o natal em vários dias diferentes, por não saber com exatidão o nascimento de Jesus, em convenção foi decidido que o dia 25 seria comemorado a aniversário de Cristo. Claro que existiram vários outros acontecimentos importantes de vários anos desta data, mas todos eles ofuscados pelo brilho das comemorações natalinas. Na Roma antiga comemoravam o Natal em 12 dias, pois era o tempo que os magos gastaram pa…

Mudar é bom?

Existem momentos da vida em que é necessário uma transformação, e toda mudança implica em algumas percas e ganhos, o medo é do desconhecido, a incógnita de não ter certeza do que se espera, algumas pessoas têm fé, eu tenho fé, mas nos momentos de mudança me apego mais em uma expectativa, assim me mantenho lúcido, no controle, preparado pra vitórias e fracassos.      Falar especificamente do termo "mudanças" parece um assunto um pouco vago, lançado ao vento e de alguma forma é mesmo, porque temos nossas necessidades singulares, embora vivamos conflitos parecidos temos nossas individualidades, então cada um reage as mudanças da vida, que sabemos que a vida tem, as vezes de forma calma ou desesperada, cada um a sua maneira.      Viver em uma rotina onde reina monotonia é insuportável e consequentemente uma vida infeliz, agora, em contra ponto, não saber atender as necessidades da inconstância, não preencher as sensações de vazio e ansiedade sempre que bater a vontade de al…